Saiba as novidades para marketing médico em 2022

novidades-marketing-medico-2022 (1)

Quando falamos de mudanças recentes no marketing médico, não podemos deixar de considerar todas as transformações que ocorreram no mundo devido à pandemia do Covid-19. Mas, além disso, devemos estar atentos ao que ainda vai mudar no marketing médico em 2022.  

Partindo dessa perspectiva de transformação, é correto afirmar que a pandemia demandou mudanças não só na maneira como enxergamos o mundo. Mas também na maneira como nos relacionamos e nos comunicamos com as pessoas. 

Do mesmo modo que as pessoas passaram a olhar a saúde com mais cuidado e atenção, o atendimento médico também mudou. 

As teleconsultas chegaram para ficar. Com elas, as pessoas também passaram a pesquisar mais antes de escolher uma clínica ou um profissional para serem atendidas. 

Diante dessa nova realidade, o marketing médico passou a ganhar ainda maior destaque. Cada vez mais clínicas e consultórios utilizam o marketing de conteúdo para aparecer bem posicionados nos resultados do Google. Além de investirem também na profissionalização dos perfis sociais. 

A seguir, vamos elencar as principais mudanças que ocorreram no marketing médico neste ano e quais as tendências para o marketing médico em 2022. Continue a leitura!

Mudanças no marketing médico em 2021

Busca pelo bom posicionamento no Google 

Como já mencionamos aqui no blog, aparecer na primeira página dos resultados de busca no Google faz toda a diferença no movimento da clínica. 

Afinal, há tempo que as pessoas utilizam o Google para encontrar um médico ou outro profissional da saúde. Com a pandemia e o acesso às teleconsultas, o volume de buscas relacionadas à saúde só aumentou.

Alinhado a este movimento, foi evidente o aumento dos investimentos de clínicas e profissionais da saúde em anúncios no Google Ads. Da mesma forma, os investimentos em Marketing de Conteúdo também cresceram em 2021. 

Sites, blogs, canais no Youtube e tantos outros recursos passaram a ser utilizados em números expressivos no segmento de saúde. A estratégia associa conteúdos relevantes às técnicas de SEO (Search Engine Optimization). 

Assim, além de melhorar o posicionamento no Google, colabora com a imagem e autoridade digital de profissionais e clínicas, que recebem um maior destaque e visibilidade dentre os seus concorrentes. 

Maior presença nas redes sociais 

O uso das redes sociais de forma profissional também cresceu expressivamente. Se antes poucas clínicas e profissionais investiam em perfis sociais, hoje grande parte utiliza esse canal para divulgação e interação com seus pacientes. 

Do mesmo modo que as pessoas aumentaram o seu período diário de utilização das redes sociais, os profissionais da saúde também investiram seu tempo em criar uma relação mais próxima com os seguidores nas redes. 

Nesse sentido, além de fortalecer a presença digital, as redes sociais reforçam o cuidado e atenção nos atendimentos prestados aos pacientes. No entanto, vale lembrar que não se trata de apenas publicar posts. Mas de se traçar uma estratégia de marketing médico bem elaborada.

Inclusive é necessário conhecer algumas ferramentas antes de investir nas mídias, como o ssstiktok, pois essa ferramenta permite baixar os vídeos do Tik Tok sem a marca d’água do aplicativo. Isso é extremamente necessário já que os conteúdos da plataforma podem ser reutilizados no insta mas com a sua marca d’água o engajamento é diminuído porque o próprio aplicativo barra as visualizações. 

Investimento em estratégias de marketing

Acima de tudo, todas essas ações que mencionamos anteriormente para atingirem os resultados esperados demandam uma estratégia de marketing assertiva. E essa foi uma tendência que também cresceu e se fortaleceu no ano de 2021. 

Desde a definição clara do perfil ideal de paciente, passando pela unificação da comunicação digital e offline e pelo alinhamento da experiência dos pacientes no consultório e no mundo digital, tudo deve ser definido de forma conjunta e complementar. 

Ainda pensando no futuro próximo, o investimento em estratégias de marketing continuarão sendo tendência no marketing médico em 2022. 

Marketing médico em 2022: quais serão as novidades?

Conteúdos em vídeo crescendo ainda mais

Em 2021, vimos conteúdos em vídeo se popularizarem muito nas redes sociais, tanto no aplicativo TikTok quanto na ferramenta Reels do Instagram. E toda essa popularização têm uma boa explicação: conteúdos em vídeo transmitem para aquele que está assistindo uma sensação de proximidade. O que gera uma conexão importante para fidelizar o público. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Inside Video, que analisou o comportamento de consumo de vídeos em diferentes países, 80% dos brasileiros assistem a vídeos on-line gratuitos e 72% consomem constantemente vídeos nas redes sociais. São números bem expressivos em relação à média mundial.

Além disso, o alcance das publicações em formato de vídeo é privilegiado por recursos como Instagram e o próprio Google. Mais um motivo para o crescimento dessa tendência. 

Assim, se você ainda não aderiu, considere essa possibilidade para 2022, pois os vídeos ainda tem muito a crescer.Percebendo essa tendência, a procura por empresa de desenvolvimento de aplicativos aumentou. 

Pesquisas por voz 

De acordo com um estudo feito pela Juniper Research, o faturamento de produtos e serviços que envolvem o comércio por voz é crescente, com a expectativa de alcançar US$ 19,4 bilhões até 2023. 

No Brasil, as pesquisas por voz em aparelhos celulares e tablets aumentaram 13% no último ano, conforme o relatório divulgado pela State of Search Brasil. Esse percentual deve ser ainda maior em 2022. 

A tendência de aumento de pesquisas por voz pode ser explicada pela facilidade e pela rapidez de respostas em comparação às buscas por texto. Somam-se a isso o grande número de smartphones e a disseminação de dispositivos como Siri e Alexa. 

Através deles, as pessoas aprenderam uma nova forma de pesquisar conteúdos online. Segundo pesquisa da Ilumeo, de 2020, cerca de 87% das pessoas entrevistadas já haviam feito pelo menos uma busca por voz no Google.

O Google já vem anunciando há algum tempo essa tendência que agora ganha seu espaço. O buscador está favorecendo o posicionamento daqueles que atuam com o voice first. Nesse contexto, é fundamental preparar o site da clínica para as pesquisas por voz, potencializando as estratégias de SEO. 

Uso de Dados

O Data Driven Marketing também se aplica ao marketing médico. A análise e transformação dos dados em ações efetivas deve fazer cada vez mais parte da estratégia, principalmente na área da saúde, na qual a personalização e o relacionamento fazem toda a diferença.

O uso de dados reforça argumentos para demonstrar os diferenciais da clínica ou consultório e tem a capacidade de trazer uma maior relevância para aquilo que está sendo transmitido na comunicação. Isso se aplica a qualquer tipo de ação, conteúdo ou formato.

Há diversos recursos que viabilizam a coleta de dados nas ações de Marketing Digital. Até mesmo as redes sociais disponibilizam dados importantes sobre o desempenho das publicações, como alcance, engajamento, dados demográficos dos seguidores, etc. 

Da mesma forma, é possível identificar as páginas do site da clínica com maior volume de acessos, os termos mais buscados no Google que levam visitantes ao site, entre tantas outras métricas de desempenho.  

Além disso, observar o mercado e ter acesso a dados que mostram o comportamento dos pacientes atuais e as suas preferências é extremamente relevante para definir ou aprimorar estratégias que influenciam na jornada de decisão. As próprias plataformas de atendimento da clínica costumam oferecer relatórios com mapeamento do perfil dos pacientes que vêm sendo atendidos. 

Essa observação é fundamental tanto na estratégia de atração de novos pacientes quanto para adequação do posicionamento da clínica diante seus concorrentes. Afinal, é no agendamento que se tem a certeza do resultado do investimento realizado nas ações do marketing médico.   

Humanização e Interação

Nos últimos anos, as redes sociais se transformaram em um importante canal para a comercialização de produtos e serviços. No entanto, como o próprio nome diz, continuam sendo redes sociais. Isso significa que mesmo realizando ações comerciais, os seguidores buscam por interação com outras pessoas. 

E quando o assunto é interação, o mesmo acolhimento e cuidado com o paciente no atendimento presencial deve ser demonstrado no perfil social da clínica. 

Assim, responder mensagens e comentários demonstrando interesse em auxiliar o paciente e utilizar uma linguagem acessível e condizente com os valores da clínica e/ou do profissional de saúde são pontos fundamentais. 

Da mesma forma, é importante mostrar quem está por trás do perfil. Isto é, quem são as pessoas envolvidas no atendimento prestado pela clínica, tanto no meio digital quanto presencialmente. 

Assim, mostre a equipe trabalhando, as pausas entre consultas, um pouco do dia a dia dos profissionais da clínica. Interaja com os comentários, responda as mensagens. Essas são boas formas de se aproximar dos seguidores e de atrair novos pacientes. 

Experiências multicanal para os pacientes

Depois de todas essas explicações sobre a importância de adotar uma linguagem acolhedora e acessível com os seguidores, utilizar dados relevantes e outras formas de aproximação, é fundamental que tudo isso resulte em uma experiência única em todos os pontos de contato entre clínica e pacientes. 

Cada vez mais as pessoas estão interagindo por meio de diferentes canais. É comum acessarmos um site, buscarmos referências em redes sociais e finalizarmos o agendamento de uma consulta ou serviço pelo whatsapp ou telefone. 

Todos esses pontos devem manter a mesma abordagem. E, lógico, o atendimento presencial deve seguir essa mesma linha. É isso o que significa o conceito de experiência multicanal. 

A mesma cordialidade apresentada nas redes sociais deve ser mantida na clínica ou consultório. Quando o paciente se depara com essa postura ele vai ter a consciência de que está vivendo uma experiência única, que corresponde tanto no online quanto no offline. 

Post Anterior: A tela do iPhone não gira? Descubra aqui como corrigir

Compartilhar este post:

Você vai gostar também