O IELTS é um teste de proficiência em inglês amplamente aceito em todo o mundo. No entanto, muitos candidatos têm dúvidas sobre o exame e sua dinâmica, especialmente no contexto da inteligência artificial (IA). É importante entender essa relação entre humanos e IA para se preparar adequadamente para o IELTS.

    O objetivo deste artigo é fornecer um guia completo e profissional para candidatos do IELTS, abordando as 10 dúvidas mais comuns sobre o exame. Aqui, você encontrará informações sobre os diferentes tipos de provas, dicas para se preparar, locais e datas de prova, além de esclarecimentos sobre a amplitude de aceitação do IELTS em países de língua inglesa e não inglesa.

    Para ajudá-lo ainda mais em sua preparação, também fornecemos links para recursos úteis, como simulados, aulas de inglês e cursos preparatórios. Este guia completo e profissional é um ótimo ponto de partida para aqueles que desejam alcançar um bom resultado no IELTS e realizar seus sonhos de estudar, trabalhar ou morar no exterior.

    O que é o IELTS?

    O IELTS (International English Language Testing System) é o exame de proficiência em inglês mais popular do mundo. Desenvolvido por especialistas em avaliações de língua inglesa, ele avalia habilidades em Listening (compreensão auditiva), Reading (leitura), Writing (escrita) e Speaking (conversação).

    O teste de inglês IELTS é reconhecido internacionalmente e é solicitado por diversas instituições como prova de nível de inglês. Ele é especialmente importante para candidatos internacionais que desejam estudar ou trabalhar em países anglófonos.

    O IELTS possui duas versões: Academic e General Training. A versão Academic é exigida por universidades estrangeiras e reconhecida por instituições de ensino em todo o mundo. Já a versão General Training é geralmente solicitada para fins de imigração e trabalho em países anglófonos.

    Dúvidas Comuns sobre o IELTS

    Quem deseja estudar no exterior deve comprovar domínio da língua inglesa, e para isso, o IELTS é uma das provas mais utilizadas. No entanto, muitos candidatos têm dúvidas sobre o exame e como se preparar para ele. Confira abaixo as 10 dúvidas mais comuns e dicas para lidar com elas.

    1. Qual prova do IELTS devo fazer? Existem duas versões do IELTS: Academic e General Training. Para estudar em universidades no exterior, é necessário realizar o IELTS Academic.
    2. Como é o formato do teste? O IELTS é dividido em quatro seções: Listening, Reading, Writing e Speaking. A prova pode ser feita em papel ou computador e a seção do Speaking é realizada cara a cara com um examinador.
    3. Quanto tempo dura o teste? O tempo total da prova é de 2 horas e 45 minutos, mas ela pode ser dividida em dois dias.
    4. Qual a diferença entre o IELTS e o TOEFL? Ambos são testes de proficiência em inglês, mas o IELTS é mais comumente exigido para fins acadêmicos, enquanto o TOEFL é mais utilizado para fins profissionais.
    5. Como estudar para o IELTS? É importante praticar todas as habilidades avaliadas no exame, como compreensão auditiva, leitura, escrita e fala. Fazer simulados e combinar o estudo com interesses pessoais em inglês também pode ser útil.
    6. Quanto tempo de preparação é necessário? O tempo de preparação pode variar de acordo com o nível de proficiência do candidato, mas recomenda-se pelo menos um mês de estudo intensivo.
    7. É possível obter uma nota alta com apenas uma semana de estudo? Isso depende do seu objetivo e nível de proficiência atual. Se você busca uma nota intermediária, pode focar em suas habilidades mais fortes. Porém, se deseja uma nota alta, é preciso se dedicar a todas as habilidades e detalhes da prova.
    8. Como lidar com o tempo limitado da prova? Fazer simulados é uma ótima forma de se acostumar com a duração de cada etapa e aprender a administrar o tempo.
    9. É necessário ter conhecimento prévio sobre o tema da redação? Não, a prova do IELTS não exige conhecimento específico sobre o tema da redação. O importante é saber argumentar e apresentar ideias de forma clara e organizada.
    10. O que fazer em caso de dificuldade com o spelling? Se você tem dificuldade com a ortografia, é importante treinar essa habilidade e se familiarizar com o alfabeto fonético internacional.

    Seguindo essas dicas e se preparando adequadamente, você estará mais preparado para enfrentar o IELTS e alcançar uma boa nota. Lembre-se de sempre buscar informações e orientações confiáveis, como as oferecidas pelo Instituto Britânico e pelo British Council.

    Como se preparar para o IELTS

    É fundamental se preparar adequadamente para o exame do IELTS, pois isso pode fazer toda a diferença no seu desempenho e resultado. A seguir, confira algumas dicas e recursos para uma preparação eficaz.

    1. Pratique as habilidades necessárias para o IELTS: é importante se dedicar ao estudo das quatro habilidades avaliadas no exame – leitura, escrita, compreensão auditiva e comunicação oral. Divida seu tempo de estudo igualmente entre elas ou dedique mais tempo àquelas em que você tem mais dificuldade.
    2. Utilize simulados e recursos online: existem diversos simulados e cursos preparatórios disponíveis na internet, além de aplicativos e vídeos com dicas para o IELTS. Aproveite esses recursos para se familiarizar com o formato e conteúdo do exame.
    3. Pratique a comunicação oral: uma das melhores formas de se preparar para a seção de comunicação oral do IELTS é praticando com falantes nativos do inglês. Peça para amigos e familiares conversarem apenas em inglês com você por um tempo ou utilize aplicativos de ensino de línguas.
    4. Estude com livros e apostilas: além dos recursos online, é possível encontrar livros e apostilas específicos para o IELTS em livrarias e bibliotecas. Esses materiais são uma ótima forma de revisar o conhecimento da língua com foco no exame.

    Lembre-se também de dormir bem na noite anterior ao exame e tomar um café da manhã caprichado no dia da prova para evitar desconcentração e nervosismo.

    Outra excelente forma de se preparar para o IELTS é realizar um intercâmbio no Canadá. Ao imergir no ambiente linguístico e cultural do país, os estudantes têm a oportunidade de aprimorar suas habilidades de comunicação em inglês de maneira prática e contextual.

    A exposição diária ao idioma, seja nas interações acadêmicas ou sociais, contribui para o desenvolvimento da proficiência linguística. Além disso, ao estudar em uma instituição de ensino canadense durante o intercâmbio, os participantes têm acesso a recursos educacionais que podem auxiliar na preparação específica para o IELTS.

    Por isso, faça uma pesquisa sobre preço de intercâmbio no Canadá e considere viver essa experiência!

    O que esperar no dia do exame

    No dia do exame, é natural sentir um certo nervosismo e ansiedade. Mas é importante estar preparado e saber o que esperar para ter um desempenho tranquilo e confiante. 

    O IELTS tem um formato de avaliação bem estruturado, com seções específicas para cada habilidade. É importante ler as instruções com atenção e seguir o tempo disponível para cada seção. Para reduzir o nervosismo, tente relaxar antes do exame e lembre-se de que você se preparou bem para isso. 

    É importante também ter em mente que não há uma única resposta certa para as questões, então confie no seu conhecimento e habilidades. E lembre-se, se você está fazendo a versão escrita do exame, escreva com letra legível e revise o seu texto antes de entregar. 

    Com uma boa preparação e confiança, você estará pronto para enfrentar o IELTS no dia do exame.

    Como interpretar os resultados do IELTS

    Após realizar o IELTS, é importante entender como interpretar seus resultados. As pontuações do exame variam de 0 a 9, sendo 0 correspondente a nenhum conhecimento da língua e 9 sendo considerado um falante fluente. 

    Além disso, o IELTS também possui níveis de proficiência, que são: “Não usuários” (banda 1), “Conhecimento de sobrevivência” (banda 2), “Usuário básico” (banda 3), “Usuário competente” (banda 4 a 5) e “Usuário experiente” (banda 6 a 9).

    É importante entender que não existe uma pontuação “ideal” no IELTS, pois ela dependerá dos objetivos e requisitos de cada candidato. 

    Por exemplo, para ingressar em uma universidade no exterior, a pontuação mínima exigida pode ser diferente de uma empresa que busca contratar profissionais fluentes em inglês.

    Para entender melhor seus resultados, é importante consultar o descritivo de cada banda de pontuação no site oficial do IELTS. Lá, você encontrará as habilidades que são avaliadas em cada seção e como elas se relacionam com as bandas de pontuação. 

    Isso ajudará a identificar quais são suas maiores fortalezas e áreas que precisam de mais atenção em sua preparação para futuras tentativas do exame.

    Por fim, é fundamental entender que os resultados do IELTS não são apenas números, mas sim uma ferramenta valiosa para demonstrar suas habilidades na língua inglesa para fins acadêmicos e profissionais. 

    Portanto, é importante interpretar seus resultados de forma estratégica para que você possa alcançar seus objetivos com sucesso.

    Mitos sobre o IELTS

    Existem muitos mitos e equívocos sobre o IELTS que podem confundir os candidatos e prejudicar sua preparação para o exame. É importante desmistificar essas crenças falsas e fornecer informações precisas sobre o IELTS. 

    Aqui estão alguns dos mitos mais comuns sobre o exame:

    1. O IELTS é mais difícil do que outros exames de proficiência em inglês: não há evidências que comprovem essa afirmação. Cada exame tem seu próprio formato e nível de dificuldade, e o importante é se preparar adequadamente para o IELTS.

    2. É necessário ter um sotaque britânico para obter uma pontuação alta no IELTS: isso é completamente falso. O IELTS avalia a sua habilidade de comunicação em inglês, não o seu sotaque. O importante é falar com clareza e fluência, independentemente do sotaque.

    3. Não é possível obter uma pontuação alta no IELTS sem fazer um curso preparatório: embora um curso preparatório possa ser útil, não é obrigatório para obter uma boa pontuação no IELTS. Com a preparação adequada, é possível se sair bem no exame sem fazer um curso.

    É fundamental que os candidatos se informem corretamente e não acreditem em mitos sobre o IELTS. Isso pode prejudicar sua preparação e confiança no dia do exame. Esteja preparado e confiante, e você terá mais chances de obter uma boa pontuação no IELTS.

    Conclusão

    Esperamos que este guia completo tenha esclarecido as suas principais dúvidas sobre o IELTS. É importante lembrar que, para obter um bom resultado no exame, é fundamental se preparar adequadamente. Isso inclui conhecer a metodologia e os conteúdos, praticar as habilidades necessárias e buscar ajuda profissional, se necessário.

    Não se esqueça de que o IELTS é um teste de proficiência em inglês reconhecido internacionalmente e pode abrir portas para diversas oportunidades de estudo e carreira no exterior. Portanto, encorajamos você a se dedicar e acreditar em seu potencial.

    Não deixe de acessar os simulados e materiais preparatórios disponíveis gratuitamente no site do British Council e, se necessário, considere fazer um curso preparatório personalizado com a BELS. Com dedicação e esforço, temos certeza de que você alcançará o resultado desejado no IELTS.

    Boa sorte em sua jornada rumo à realização de seus sonhos no exterior!

    Compartilhe.
    Avatar de Fátima Watanabe

    Formada em biblioteconomia pela UFMG, Fátima Watanabe começou na sua área escrevendo artigos sobre as obras de Dante Alighieri e sua importância dentro da literatura. Hoje, Fátima passa seus dias como pesquisadora de sua área, integrando o uso de palavras-chave na pesquisa didática e ainda escreve editoriais e artigos no WTW19.